domingo, 21 de setembro de 2008

" Atire a pedra no pequeno, mas um dia você vai se queimar"


Esse ano o lançamento do álbum Psicoacústica do Ira! completa 20 anos.

Uma pérola dos anos 80 que foi fracasso comercial mas é seguramente o melhor e mais influente trabalho da banda. Não tenho mais o vinil mas guardo ainda aquele óculos 3D que vinha encartado para ver a capa dupla em verde e vermelho.

Em busca de outros sons, outras batidas, outras pulsações a banda embarcou numa viagem conceitual emoldurada pelo clássico filme udigrudi O Bandido da Luz Vermelha, do catarinense Rogério Sganzerla.

Destaco as músicas Farto de Rock'n'Roll, um rockão hendrix-zeppeliniano com scratches feitos por Nasi e Scandurra nos vocais, Advogado do Diabo - canção de Nasi e do baterista André Jung que pirou o cabeção de Chico Science - e Mesmo Distante, a balada noise-folk-psicodélica cheia de camadas de guitarras e microfonias melodiosas encharcadas de reverb que encerra o sintético disco de pouco mais de 30 minutos.

3 comentários:

Alexandre Gonçalves disse...

Esse disco é foda. Tenho o vinil ainda, mas não tenho o óculos 3D. Ganhei numa promoção da saudosa União FM. Minha lista de preferidas é a mesma q a tua ("Mesmo distante" é fabulosa; os créditos deixam o cara naquela "que porra é essa de guitarra fantasmagórica"?"). Só acrescento "Poder, Sorriso, Fama", que tem uma bateria porrada, que aproveitava pra aumentar o volume do 3 em 1.

Já descobriu o http://blip.fm?

Abs.

Marzio Lenzi disse...

Cara, passei semana passada num sebo em Itajai e tinha esse vinil a venda. Como eu não sabia se prestava, ignorei. Espero que ainda esteja lá.Boa dica
Abraço

Ulysses Dutra disse...

É amigos, é um discaço mesmo.

Te empresto os óculos quando quiser Alex ;)

Conheço o BLIPfm só de vista. Mas vou lá conferir.

Márzio, corre lá que não vai se arrepender.

abraços