sábado, 31 de março de 2007

Piada sem graça




Amanhã, 1 de abril, seria a data correta para alguns espíritos de porco comemorarem os 43 anos do golpe militar. Essa coincidência sincrônica foi passada na história oficial para 31 de março por motivos óbvios de "força maior". Os filhos e netos dos vendidos e até uns "democratas" que participaram ativamente dessa patuscada abominável ainda estão aí, clamando pelo Estado menor e pela livre iniciativa, ao mesmo tempo em que mamam no BNDES, no Banco do Brasil e nas verbas publicitárias governamentais, chupinhando a Nação. Por gerações e gerações as cartas sempre estiveram marcadas. O jogo estava ganho na saída, sempre favorável para poucos. Sempre os mesmos. Agora bota a mão na consciência, dá uma caminhada pelas ruas, informe-se e diga que nada mudou.
Hoje lembro Edgar Alan Poe e digo junto com o corvo: Nunca mais!

3 comentários:

Alessandra Alves disse...

ulysses, adorei seu blog!

Ulysses Dutra disse...

Puxa Alessandra, valeu a visita e o afetuoso comentário. Sou teu fã. Um abraço

Paty disse...

Realmente a gente vive cercado de piadas pra contar neste país tão lindo. Uma pena.
belo texto.