quinta-feira, 3 de julho de 2008

Esporte faz mal à saúde

Olhe aqui o que um médico escreveu numa carta para o DC.


Em minhas observações como médico, tenho relacionado de modo muito significativo o viver mais com o interesse que a pessoa tem pela vida. Objetivos, metas e lutas para se conseguir algo importante prendem a pessoa na Terra. Esses motivos anímicos são os que realmente ajudam a viver mais. Esportes e exercícios ajudam a ampliar o círculo de relações e possibilitam a queima da tenebrosa adrenalina com alívio momentâneo dos males do espírito. Nada mais que isso. Fisicamente, até prejudicam, pois provocam cansaço cardíaco e deformações articulares que passam a ser mais uma carga de amolação. O negócio é viver bem. O exterior segue cegamente os comandos medulares. Se você se sente sossegado e seus pensamentos não rangem, saiba que vai viver mais.

Geraldo Siffert Júnior
Médico - Rio de Janeiro

2 comentários:

Alexander disse...

Provavelmente esse médico se referia aos esportes e exercícios de alto nível (competição) que levam aos limites do corpo, mas é óbvio que exercícios físicos, se feitos moderadamente, só fazem bem. O importante é ter equilíbrio, todo exagero é prejudicial.

Ulysses Dutra disse...

Discordo de você Alexander. Nem sempre faz bem.

Vejo entre meus amigos que praticam esporte moderadamente, muita gente com joelhos arrombados e outros problemas que necessitaram inclusive de cirurgias.

Eu sempre digo brincando que esporte faz mal à saúde por isso.

Agora caminhar, correr um pouco, nadar, etc é um prazer e só faz bem.

Um abraço e obrigado pela visita e comentário.