sábado, 26 de abril de 2008

Eletro-hip-hop-neo-soul



Como muitas pessoas têm comentado, o segundo álbum do duo Gnarls Barkley não tem um hit instantâneo como "Crazy" ( a meu ver uma canção das mais fantásticas do século XXI), o que não quer dizer que não seja um belo disco.

Calcado em sonoridades vintage, o álbum traz grandes canções que ganham profundidade na interpretação de Cee-lo, dono de uma voz fantástica, grande fraseado e um soulman de mão cheia que consegue dar graça até à tolice adolescente de Whatever.

Tou ouvindo direto e destaco as faixas Would-Be Killer, Blind Mary - uma deliciosa declaração de amor sobre uma batida que lembra o clássico "Everybody Neeeds Somebody" de Wilson Pickett - e Surprise, com os corinhos à la Mamas & The Papas.

Confira.

3 comentários:

Rafael disse...

Olá Ulysses! td legal!
Gostaria de informá-lo sobre o show que vai rolar na Célula neste sábado dia 3,
shows com as bandas Garage Fuzz(Santos/SP)+End of Pipe(Fpolis/SC+ Dellamarck(Fpolis/SC).
www.myspace.com/garagefuzz
www.myspace.com/endofpipe
obrigado ...
abraço

Anônimo disse...

ulysses, viadinho, cadê a senha do arquivo?!?

ass. mafra

Ulysses Dutra disse...

Oi Rafael

Me manda um flyer para ulysssedutra@gmail.com

Conselheiro Mafra,

Coloquei novo link. Baixa lá.

abs