sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Hoje

Noitada de rock com Da Caverna e Os Berbigão na Célula.

O Clube da Luta SC se firmou como uma das grandes festas desse verão. Toda sexta um povo eclético, elegante e afim de se divertir tem lotado a Célula e vibrado com a música autoral e o baile animado que rola até altas.

Bora lá!

Frases

"O que atrapalha o brasileiro é o próprio brasileiro. Que Brasil formidável seria o Brasil se o brasileiro gostasse do brasileiro"

Nélson Rodrigues ( 1912-1980)

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Oui

Tou numa fase curtindo bastante o pop francês dos anos 60. E uma das cantoras que se destacam no meu player é France Gall.

Nascida em 1947 em Paris no mesmo dia que o beatle John Lennon, 9 de outubro, France Gall - na realidade Isabelle Geneviève Marie Anne Gall - foi criada numa família de músicos e cedo adentrou o showbizz.

No início de sua carreira cantou muito material próprio o que a diferenciou da maior parte de seus contemporâneos que regravavam versões de hits americanos e ingleses.


Curtam aqui Laisse Tomber Les Filles lançada em 1964 quando ela tinha 17 anos e que foi seu quarto single. A música composta por Serge Gainsbourg injetou uma certa profundidade no pop adolescente de então.






Fato bizarro - De 1966 a 1972 a cantora desenvolveu uma carreira na Alemanha. E eis que encontro no You Tube um vídeo dela com uma versão em alemão de A Banda de Chico Buarque. Ficou assim "Zwei Apfelsinen im Haar" ou " Duas Laranjas na Cabelo".

Meme Me

Pois e agora? Alexandre Gonçalves me convocou para um meme e aqui vou eu inspirado no post dele. Seis fatos aleatórios sobre mim.

1. Nasci em Três Rios, Rio de Janeiro no mesmo hospital onde Roberto Carlos foi socorrido após um grave acidente com o carro que ele dirigia em turnê pelo interior no início de carreira. Nele ficou uma cicatriz no pescoço, em mim não sei o que ficou. Com 2 meses meus pais voltaram para Santa Catarina e vivi em Itajaí até os 8 anos quando vim morar em Florianópolis.

Tempos atrás peguei um táxi aqui em Floripa e conversando com o motorista perguntei se ele era do Rio pelo sotaque. Ele disse que sim. Depois emendou: - Na realidade sou de uma cidade do interior que você nunca deve ter ouvido falar. Adivinha onde era?

Mostrei minha carteira de identidade e ele ficou pasmo.

2. Sempre li muito rápido. Leio em média 100 páginas por hora. Não consigo evitar. Comecei a ler com 5 anos aprendendo com minha vó que era professora. Iniciei devorando a biblioteca da casa dela. Hoje leio até bula.

3. Aprendi a tocar guitarra sozinho aos 15 anos. Recebi alguns toques, comprei livros e revistas e fui atrás. Plugava a guitarra num aparelho 3 em 1 e tocava junto com discos de Eric Clapton, Jimi Hendrix e vários bluesmen.

4. Uma vez estava numa madrugada com meu primo Marcos no bar Ilhéu no Centro de Floripa. A gente bebeu bastante assim como um cidadão que desceu a escada na minha frente quando íamos embora. Ele abriu a porta do carro, eu olhei e reconheci Antônio Cabrera, o palhaço Zás Trás.

Naquela emoção da embriaguez cumprimentei-o e disse que era seu fã. Ele abriu um sorriso e me deu um abraço me chamando de "amiguinho" que era como ele tratava os telespectadores do seu programa de TV. Trocamos algumas palavras.

Me despedi e fui caminhando embora quando de repente ele chamou...Hey amiguinho!... olhei pra trás e ele fez o mesmo cumprimento que fazia quando o programa chegava ao fim: agitava as duas mãos e dava tchaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaauuuuuuuuuuu!!!!!!!

5. Embora não tenha muita técnica eu dou meus passos sempre que o espírito está alegre, a música empolgante e a companhia boa. É como eu digo aos amigos: "Eu não sei dançar, mas eu danço".

6. Outra vez cheguei na Rodoviária de Sorocaba lotada numa tarde de domingo e não consegui um bilhete para São Paulo onde pegaria outro ônibus de volta pra Floripa. Sem mais um puto no bolso - ou no banco - eu já tinha comprado a passagem SP-Floripa e pra chegar lá tinha um bilhete para um horário em que chegaria após a partida.

Daí que fui à luta e consegui trocar com um cara que estava embarcando num Cometa naquela hora. Ele aceitou esperar um pouco mais e eu pude chegar em São Paulo a tempo.

Mas a Raposo Tavares tava cheia pra caramba e o trânsito lento. Desembarquei quase na hora no terminal da Barra Funda. Corri com uma mochila de 15 quilos nas costas e comprei um bilhete de metrô. Peguei o trem contando os minutos e acariciando a passagem dentro do bolso. Desembarquei na Sé e troquei de linha em direção ao Terminal do Tietê.

Chegando na Rodoviária disparei atrás do portão de embarque, corri uns 300 metros, desci uma escada e meu ônibus estava fechando a porta e partindo! Acenei para o motorista que parou e abriu a porta. Enfiei a mão no bolso e cadê a passagem?

Pedi pro motorista esperar e subi a escadaria de novo com aquela mochilona, desesperado. Chego no hall e vem um homem em minha direção. Ele só disse o seguinte: - Taqui o que tu buscava. Me entregou o bilhete, eu agradeci muito e dei meia volta e enfim embarquei no ônibus para Floripa.

Mas como nem tudo são rosas e eu já tinha encontrado dois anjos benfeitores no mesmo dia, quando cheguei no meu assento percebi que teria que passar as próximas 11 horas ao lado de um cara que ocupava quase os dois assentos com seu corpanzil flácido.

Mundo bizarro

O Rei Pelé pilotando uma Caravan bege pelas ruas de São Paulo ao lado de um policial civil e sentando a porrada em bandidos, dando voadeiras e catiripapos nos malemento na tentativa de ajeitar a vida de meninos de rua explorados por um "professor" do crime ?

Um dos mais bizarros filmes que assisti, Os Trombadinhas ( 1979) foi dirigido por Anselmo Duarte - ganhador da Palma de Ouro de Cannes com O Pagador de Promessas - e tem o roteiro assinado por Carlos Heitor Cony junto com Pelé, que também foi o produtor.

Muita ação, aventura e diálogos como esse:


(Receptadora pega em flagrante e caída no chão olha pra cima) : - Mas você é o Pelé?

(Pelé) : - Não, eu sou o Jô Soares, sua piraaaaaaaaanha!

Rapidinhas

  • Samambaia Sound Club chacoalha a Lagoa hoje no Vecchio Giorgio em mais uma noitada da temporada que a banda está fazendo no bar. Bora lá.
  • E falando em chacoalhar, Rafael Rubim de volta à Ilha traz de Porto Alegre a festa Lei da Groovidade onde o negócio é soul, funk & derivados cobrindo o groove dazantigas até à atualidade. Toda terça de fevereiro também no Vecchio Giorgio. Começa dia 3 com os DJs Fred, Rubim e o convidado Zé Pereira ( aka Gstv Mntr).
  • Cinema ao ar livre e digrátis toda quinta às 21 hs no Espaço Cultural Sol da Terra. O músico e agitador Airton Perrone está realizando o projeto Cine Bar que traz clássicos do cinema brasileiro. Hoje Alma Corsária de Carlos Reichenbach.
  • Yeah! O Muxtape está de volta com uma proposta de ser uma plataforma minimalista para bandas assim como o MySpace só que num visual mais limpo.

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

To be


Nós não somos seres humanos tendo uma experiência espiritual.

Somos espíritos tendo uma experiência humana.


segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Governo 2.0

Vale a pena conhecer o novo site da Casa Branca, que entrou no ar um minuto após a posse do presidente Obama, e também o blog gerenciado pelo diretor de Novas Mídias da Casa Branca, Macon Philips.

O governo Obama chegou lá com uma ajuda grande de seus amigos internautas e sua experiência pode influenciar governos mundo afora e tornar a política bem diferente.

“Publicaremos todas as novas leis no site por cinco dias e deixaremos os usuários comentarem antes de o Presidente sancioná-las” escreveu Macon.

A diminuição da distância entre o presidente e os cidadãos pode ser algo incrível. Esperemos pra ver.

Here comes the Sun

Essa foto na real é pra ilustrar um post do blog do Jean Mafra.

Amanhecer na praia do Campeche após uma festa e tanto no Clube da Luta na última sexta.

E agora eu vou dormir por que já decorei a melodia toda do Tecendo o Saber. Boa noite pra quem é de noite e bom dia pra quem é de dia.

Post mortem

via blonde zombies.

domingo, 25 de janeiro de 2009

sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Rapidinhas



* O mestre Dudu do Banjo se apresenta na próxima quinta , 29 de janeiro, no teatro do SESC Prainha em Florianópolis com a banda Papadu, formada por ele e seus filhos Ícaro, na bateria e percussão e Emanuel no baixo e guitarra.

Seu Dudu aos 73 anos continua mandando brasa no banjo na guitarra e
na simpatia.

-----------------------------------------------------------------------------------------------

* Tijuquera , ao lado do Skank, se apresenta hoje no Rio de Janeiro no Oi Noites Cariocas realizado no Píer Mauá. Com transmissão ao vivo pela web no site oficial.

-----------------------------------------------------------------------------------------------

* A engraçadíssima e trágica peça La Muñequita, dirigida por Renato Turnes, volta para uma temporada no TAC. Hoje, amanhã e domingo às 21 h.

No sábado tem um after e tanto na Paulera na Boneca , festa do criativo Paulo Vasilescu, um dos destaques do elenco, lá no Blues Velvet. Dj Paulera e Dj Gstv Mntr mandando som.

-----------------------------------------------------------------------------------------------

*Clube da Luta All Stars toca junto com a Samambaia Sound Club no Floripa Tem que acontece na Célula no sábado.

-----------------------------------------------------------------------------------------------

* Também no sábado a terceira edição da festa Bomba! vai ferver o Hi-Fi na Trindade com os Djs Ka-Hara e Cevallos da festa Neon de Porto Alegre e os locais Ledgroove e Roctiv.

-----------------------------------------------------------------------------------------------

* E hoje, assim como todas as sextas, tem Clube da Luta na Célula. No ringue SC X RS os gaúchos Móica lançando seu disco solo e a banda Bruxa Roots, formada pelo carismático morador dos Ingleses Rafael Malenotti ( Acústicos & Valvulados), Nando Endres ( Comunidade Nin-jitsu), Júlio Porto ( Ultramen) e Didi Gloor ( Tequila Baby) .

E quem os recebe para o bom combate é a prata da casa Aerocirco. Uma noite de sangue, suor e rock.

terça-feira, 20 de janeiro de 2009

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Lucy In The Sky With Diamonds


No sábado estive no Planeta Atlântida, trabalhando na equipe técnica da Aerocirco, que se apresentou no palco Voador ao lado de Zeca Baleiro, Mallu Magalhães e o Tributo a Tim Maia.

Márcio Costa abriu os trabalhos apresentando a chegada do Clube da Luta na área e às 20:30 h Aerocirco atacou o primeiro acorde distorcido esquentando o palco alternativo do evento.

Logo juntou uma muvuca em frente ao palco com muitos fãs cantando TODAS as músicas. Realmente foi bonito. A galera sentou a mão e ferveu o começo daquela noite que seria longa e terminaria com este blogueiro enfiando os dois pés, e as mãos, na lama.

Zeca Baleiro veio depois com uma banda afiada com metais em brasa e que executou muito bem o repertório eclético do maranhense. Povo animadíssimo lotou a frente do palco.

Em seguida Mallu Magalhães também veio cercada de ótimos músicos e atraiu uma multidão maior ainda. E ela é uma menina gente fina mas muito tatibitati. A concentração dela com a banda antes de entrar no palco parecia uma reunião de escoteiros almofadinhas. Um clima assim "olá amiguinhos". Nada podia ser menos rock.

Destaco ainda a presença do grupo Tholl, de Pelotas, que realizou a tarefa de costurar as apresentações e encantou. Com muito profissionalismo, técnica, figurinos impecáveis, graça e leveza levaram o sonho para o palco.

A primeira dessas fotos que fiz foi psicodélica. Cheguei perto do palco pela lateral e as luzes e sons se fundiram na minha cabeça, fiquei por um momento em um estado alterado de consciência e sentia aqueles pedaços de papel laminado como se fossem neve caindo em mim. Loucura meu!














E o destaque negativo vai para a falta de respeito, de noção e de planejamento de quem coloca um stand ao lado do palco com um sistema de som bombando pagode, axé e sertanejo universitário alto, mas muito alto mesmo, com as caixas cuspindo um som distorcido e fisicamente incômodo. A perda de sensibilidade das pessoas é uma coisa incrível. O lugar tava cheio de gente dançando aquele som podre. E digo isso tecnicamente falando não entrando no mérito do gosto musical.

O som alto prejudicou todos os artistas que tocaram no palco Voador. Aerocirco, Zeca Baleiro e Mallu Magalhães deixaram bem claro o desconforto com essa grande falha da produção.

Gypsy King


Alô freaks de plantão! Manu Chao vai se apresentar em terras catarinenses no verão 2009 que tá caminhando para se tornar histórico.

O músico espanhol e sua trupe tocam no dia 20 de fevereiro em Balneário Camboriú no Rancho Maria's.

Bora lá!

Foto: SUB

Aqui no Mar




Grande dublagem!.

sábado, 17 de janeiro de 2009

sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Summer nights


Coletivo Operante volta os palcos em 2009 no Clube da Luta hoje. Tocamos ao lado de Kratera e Maltines.

Lígia Estriga, vocalista da Maltines, está grávida e vai sair da banda em licença e faz sua despedida.

Bora lá pra Célula curtir a melhor noite de sexta neste verão.

Globalização



Lamentável o tratamento que as autoridades espanholas dispensaram ao músico Guinga e dispensam a muitos outros cidadãos estrangeiros que cruzam seu território.

Tenho certeza que esses homens e mulheres covardes não representam a maioria da população daquele país onde tenho amigos mui queridos sempre conectados aqui no blog.

Um abraço para Madri, Bilbao, Barcelona, Pontevedra, Tarrasa e Tarragona.

Minimalismo



via neatorama.

quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Realidade

"O mundo da nossa realidade é realidade porque estamos envolvidos no "fazer" dessa realidade. As pessoas nascem com uma auréola de força, poder, que se desenvolve e se entrelaça com o consenso dominante. As pessoas olham o mundo da forma como lhe foi ditada, com os olhos do consenso dominante. Por outro lado, "não fazer" é possível quando uma auréola extra de poder se desenvolve para formar a existência da realidade de um outro mundo. O guerreiro-pirata não escapa do "fazer" do mundo, mas luta dentro desta realidade, a realidade do consenso dominante. O que o auxilia na criação da auréola extra de poder. O ato de "não fazer" conduz ao "parar o mundo", que é o primeiro passo para "enxergar". O mundo da realidade ordinária, do dia-a-dia, nos parece do jeito que é por causa do consenso social. "Parar o mundo" significa interromper a corrente comum de interpretação do mundo, do consenso dominante, ou em outras palavras, parar o consenso é enxergar o mundo como bruxo, numa realidade não-ordinária. "Parar o mundo" é viver num espaço temporal mágico, enquanto que viver na realidade do consenso é viver num espaço temporal ordinário".

Carlos Castañeda

quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Vazou


O blog Os Capetas dos Capangas!!! dos brothers Lucão e Rodrigo 90 disponibilizou um link para o vazado álbum novo do Franz Ferdinand, Tonight.

A gravadora Domino está pedindo para diversos blogs que retirem o link do ar e segundo um deles que acompanho foi "o pedido mais educado" que ele já recebeu.

Sonzera. A banda é daquelas que veio para ficar.

Hits Forevis

Sempre gostei de Beijinho Doce composta por Nhô Pai em 1945. Agora é o hit do momento renascido com a novela das 21 h na Globo. E não é a primeira vez que a música volta a ser sucesso.

Em 1976 Beijinho Doce voltou às paradas na regravação de Nalva Aguiar, cantora identificada até então com a Jovem Guarda. Foi um "segundo marco" na migração de intérpretes da Jovem Guarda para a música sertaneja sendo o primeiro a gravação de Menino da Porteira por Sérgio Reis em 1973.

Neste vídeo Beijinho Doce é cantada e tocada por Eliana Macedo e Adelaide Chiozzo no filme Aviso aos Navegantes (1950) de Watson Macedo. A película tornou a singela melodia em um sucesso tão grande que a fez entrar na galeria de standarts da música brasileira.

Também em cena aparecem os cantores Ruy Rey e Ivon Curi e a rumbeira Cuquita Carballo.







* Este post é um remix de um rascunho que escrevi em 3 de janeiro de 2008 e estava gravado . Ressuscitei para dar uma contribuição à onda. Até o DJ Marlboro entrou. O pop brasileiro é voraz e devora tudo que aparece.

Sou fascinado por canções que sobrevivem tanto tempo assim. É pop, é folk, é bom pra caramba.

Feiticeira



Via The Lost and Found.

Purgatório da beleza e do caos

"E a “capital turística do Mercosul”, como apregoam as autoridades, continua a ser uma grande fraude de marketing, retroalimentada pela incompetência instaurada há quatro anos em nossa capital e há seis anos em nosso Estado".

De Carlos Damião.

Incompetência foi bem leve até. Pra mim é outra coisa. Ou outras coisas.

Eu acrescentaria apenas que não são só nossos vergonhosos governantes que alimentam essa farsa. Me dá engulhos de assitir a mídia "local" e os nacionaleiros exultando com a superficial matéria sobre Florianópolis publicada no New York Times.

E ainda há gente que quer sediar uma Copa do Mundo? Primeiro arrumem essa cidade para quem mora aqui.

Aqui não é Ibiza. É Hollywood. Atrás das fachadas só estacas segurando o cenário.

terça-feira, 13 de janeiro de 2009

“O limite da notícia é a verdade”

O jornal Diarinho completou 30 anos e publicou na edição do final de semana uma entrevista com a editora-chefe Samara Toth Vieira da qual destaquei um trecho:

"...ele é altamente informativo, é um prestador de serviços nato, é esteticamente bonito e atrativo, tem uma linguagem agradável, é polêmico, divertido, enfim, um jornal que tem muito ‘sal’"
.

Lendo me lembrei de uma aula do professor Nilson Lage no curso de Jornalismo da UFSC onde ele falava de um certo jornal que de catarinense só tem o nome. Dizia Lage que tal jornal era um jornal para "cardíacos". Bem sem sal mesmo pra não ferir nenhuma susceptibilidade, se é que me entendem.

Com agradecimentos ao mestre César que disponibilizou a entrevista com a diretora do Diarinho na íntegra aqui.

Vale muito a pena conferir o que pensa a herdeira de Dalmo Vieira sobre Jornalismo e Santa Catarina.

Peladão

"Foi uma das entrevistas onde eu mais me senti desnudado, contando o que não queria. Culpa do talento do meu rigoroso entrevistador Felipe Zylbersztajn e dos editores da revista, a quem agradeço a atenção e o ilustre convite".

Marcelo Tas em seu blog falando sobre a entrevista publicada na edição de janeiro da revista Playboy.

Dá-lhe Zylber!

segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Viva!



Hoje é uma data particularmente especial para a Música.

Penso em Obama e nos músicos que levaram a esperança e o pensamento elevado da religiosidade negra norte-americana para o pop secular e festivo e daí para mais longe. Penso nos Beatles tocando covers de girl groups em Hamburgo. Penso em Stevie Wonder gravando os Beatles melhor que eles em We Can Work It Out. Penso em James Jamerson e suas linhas de baixo sinuosas tiradas num Fender. Penso em Michael Jackson, Stevie Wonder, Smokey Robinson, Temptations, Gladys Knight. Penso em Tim Maia com 16 anos indo direto à fonte para sacar as manhas e virar o Tim Maia do Brasil.

Comemoremos. Hoje a gravadora Motown completa 50 anos.

Recomendo uma visita à este post do blog AM, then FM.

Foto: Derek Farr

sábado, 10 de janeiro de 2009

Terrir



Incrível este vídeo onde o bluesman Screamin' Jay Rawkins interpreta ( mesmo) seu grande sucesso I Put A Spell On You, que ficou também muito conhecido após ser gravado pelo Creedence Clearwater Revival, a banda predileta de 9 entre 10 bandas cover de Floripa.

Gozar a vida


Outro dia assisti no programa da Oprah Winfrey um médico que mostrava cinco lugares no mundo onde existiam muitos cidadãos centenários. Ele estava lançando um livro a respeito desses regiões. E lá veio todo aquele blá-blá-blá da vida saudável, boa dieta e exercício.

Mas descobri outro lugar bem mais divertido do que aqueles que a matéria do programa da Oprah mostrou.

Acabei de receber do amigo Aleph um link para o blog Locutório onde a autora cita uma matéria da Folha de São Paulo (link para assinantes do UOL) sobre uma gente muito interessante que vive em Vilcabamba, um povoado com cerca de 4.000 habitantes no interior do Equador (650 km ao sul da capital, Quito). Lá eles bebem, fumam cigarros alucinógenos e fazem sexo até os 120 anos. E a morte chega subitamente e sem sofrimento para essa gente feliz. Até os cachorros vivem mais em Vilcabamba.

Coincidentemente a autora da matéria publicada na Folha é minha amiga Drica Küchler, jornalista manezinha que é correspondente do jornal em Buenos Aires.

Ferveção

Segunda edição da festa Bomba traz hoje para o Hi-Fi na Trindade uma figuraça com performance de alta octanagem.

Madame Mim, pseudônimo artístico da cantora e DJ argentina Mariana Eva, se apresenta ao lado dos DJs Ju Wonka, Rafa Schutz (beco - poa) e a famigerada dupla Tiago e Manu ( premiadíssimos do Uóscar).

A garota é incandescente mas se liguem que o maridão, o Superputo, toca teclado e comanda as bases por onde ela desfila o dançante repertório eletro-rock-latino.

terça-feira, 6 de janeiro de 2009

Que tudo se realize

Salve minhas amigas e amigos leitores. Espero que tenham curtido muito as festas e estejam com a pilha carregada para entrar neste ano agitado e cheio de emoções como nos informa a Madame Celeste.

E começo 2009 com mais umas ferramentinhas aqui no blog na coluna ao lado: um link para a versão Esquerda Festiva para celular e smartphone e um botão que facilita a publicação do conteúdo do blog no Twitter.


Imagem: Ohh! Crapp

Louvação funky



Por que hoje é dia de Santo Reis aí vai Tim Maia, o rei do mela cueca e do esquenta suvaco.

Elogio da Loucura

O ator Paulo José vai interpretar o Profeta Gentileza na próxima novela das 21h na Globo, Caminho das Índias, escrita por Glória Perez( que meda!).

They're doin alright...



O magnífico Joe Tex cantando seu grande sucesso Show Me.