terça-feira, 27 de fevereiro de 2007

Ilha da fantasia


foto:Marcelo Oliveira/DC



O grande fato dos últimos tempos em Floripa, para mim, foi a prisão de uma gangue de golpistas na praia de Jurerê Internacional. Muito simbólico. Saiu até no JN. Os caras alugaram uma mansão onde davam festas de arromba para a "gente de bem" da cidade. Na garagem estavam Ferraris, Porsches e outros bólidos importados. Nas colunas sociais o tititi é grande. E dá-lhe a TV mostrando o rosto dos presos. E eu pergunto. E o rosto das "vítimas'? A "gente de bem" tadinha que só queria obter dinheiro fácil numa jogada escusa.

2 comentários:

Marco Stroisch disse...

Tô aguardando sentado pela mesma resposta... Onde estão as "coitadas vítimas"?

Ulysses Dutra disse...

Pois é Marco. A Imprensa até divulgou alguns nomes mas ninguém fala que as "vítimas" caem nessa pelo olho grande né? Um abraço