sábado, 27 de fevereiro de 2010

Hermetismo



Ledoux editou e postou no YouTube este belo encontro. Disse ele:
No inverno de 2009, com temperatura negativa, acontecia na serra catarinense um festival de jazz ... acompanhando e filmando a banda Arreio Sem Freio, consegui realizar alguns sonhos:
- de poder bater um papo com esta figura querida, falar sobre a "Sinfonia das rendeiras" - esquecida por múitos, ignorada por outros e composta por Hermeto e Luis Henrique Rosa. O Hermeto acabou registrando em um de seus albuns "Lagoa da Canoa, municipio de Arapiraca" o tema principal "Santa Catarina", uma música que me emociona múito por sua beleza simples . Obrigado Hermeto pelos eternos ensinamentos ...

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Futurismo presente


Destaco este interessante trecho da entrevista publicada no Link do Estadão com o alemão Gerd Leonhard, consultor em assuntos de conteúdo móvel, mercado de música digital e copyright para mais de quinze empresas como Google, BBC e Nokia. Na próxima quarta, ele vem ao Brasil para um evento fechado sobre o futuro da comunicação e da mídia social em São Paulo.


"O comportamento do consumidor de mobile é completamente diferente do que fazemos quando estamos presos a um fio no PC. A web agora é sempre on, está conosco no nosso bolso o tempo todo, e isso muda tudo. Nem tudo é só positivo, claro, e teremos que aprender a equilibrar os vários estímulos que virão com esse novo modo de conectividade. Mas basicamente, um consumidor conectado e nômade é algo realmente poderoso, de uma maneira completamente diferente de um consumidor localizado, desconectado. Tenho cinco previsões para a próxima década da mobilidade:


1. A propaganda móvel vai superar o modelo decididamente ultrapassado da Web 1.0, centrado no computador - e os anúncios vão se tornar conteúdo, quase completamente. Os anuncios vão, dentro de 2 a 5 anos, converter-se massivamente em móveis, baseados em geolocalização, opcionais, sociais e distribuídos pelo usuário. A propaganda se torna convergente - e o rendimento do Google será des vezes maior do que é hoje, em cinco anos, conduzido por mobile e vídeo.


2. Os tablets se tornarão a maneira como muitos de nós lerão revistas, livros, jornais e até "irão" a shows, conferências e eventos. O famigerado Apple iPad irá inaugurar isso, mas todas as grandes fabricantes farão uma cópia do iPad nos próximos 18 meses. Além disso, os tablets vão estrear a era da realidade aumentada em mobile. Isso será o grande boom das empresas de conteúdo, no mundo todo - mas só se elas puderem abandonar os esquemas de proteção do conteúdo, e cortar os preços em troca de uma base de usuários muito maior.


3. Muitos fabricantes de smartphones simples - provavelmente a primeira será a Nokia - vão tornar os aparelhos gratuitos, cobrando uma pequena taxa por todas as transações feitas pelos telefones (mais ou menos como os cartões de crédito fazem atualmente), por exemplo pequenas compras, conteúdo on-demand e acesso bancário. Os telefones móveis se tornam carteiras, bancos e caixas eletrônicos.


4. Boa parte dos celulares não vão funcionar em nenhuma rede em particular, ou seja, sem SIM cards. O Google, e talvez o Skype, a LG ou a Amazon vão oferecer telefones móveis que vão funcionar só com WiFi e WiMax, e vão oferecer ligações mais ou menos gratuitas. Isso deve finalmente acordar as operadoras e forçá-las a subir na cadeia alimentar - para produtoras de conteúdo e provedoras de "experiências.


5. O conteúdo será embutido nos contratos de serviço mobile, começando com música. Por exemplo, uma vez que seu telefone ou computador esteja online, muito do uso de conteúdo - baixado ou em streaming- será incluso. Pacotes e taxas únicas - muitas delas financiadas pela propaganda 2.0 - se torna o jeito principal de consumir e interagir com conteúdo. Primeiro (será com) música, então livros, notícias e revistas, e então filmes".

Telejornalismo em uma lição



Muito boa essa aula de telejornalismo do Rafinha Bastos. Uma dica do amigo Marcus Fabiano.

Chegou a hora desse gente sem diploma mostrar seu valor.

sábado, 20 de fevereiro de 2010

Direto pra cabeça



Foto: Nino Andres

Uma versão ao vivo no estúdio de Compacto por Curumin. Gravada no Daytrotter Studio em Rock Island, Illinois nos EUA em 18 de julho de 2009.

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

A revanche

 

Em clima carnavalesco o Blues Velvet sedia a La Gonga edição maldita amanhã. Desta vez estarei como jurado mas a pedidos cantarei Toxic novamente.

[QUINTA 11/02]
¡LA GONGA!
EDIÇÃO MALDITA!

// é a hora da vingança! após dois anos de tirania, o povo pediu, e eles estão na berlinda! os infames jurados do La Gonga, serão meros calouros esta noite, e terão de cantar! Então, você; calouro injustiçado e revoltado; traga sua torcida, mas não com tomates e sim com rosas vermelhas; algo me diz que eles podem nos surpreender! E ainda vamos inaugurar a exposição: LA GONGA – 02 ANOS DE COBERTURA COMPLETA, feita pelo site AQUI ROLA; fotos de Roney Pereira.

os jurados cantores
FÁBIO BRÜGGEMANN MONTES
KARIN SERAFIN MARAVILHA
MARCOS ESPÍNDOLA PICCININI
RENATO TURNES DI LARA
RICARDO FLOR D’ TROMM

os calouros julgadores
PAULINHA WINEHOUSE [vencedora da 1ª edição]
ULYSSES DUTRA [vencedor da 2ª edição]
DANIEL OLIVETTO
GUSTAVO BONFIGLIOLI
IGOR LIMA
MALCON BAUER

exposição
LA GONGA: 02 ANOS DE COBERTURA COMPLETA [site AQUI ROLA. Fotos: Roney Pereira]

apresentação musical
ZULEIKA ZIMBÁBUE

pista de dança after show
GSTV MNTR & FREAKZULEIKA


Blues Velvet [pedro ivo 147, centro]
o show começa 23h
$10 até 23h || $13 depois

Tarantinomaniacs



Um remix de cenas de filmes de Quentin Tarantino por Eclectic Method.

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

If 1968 was 2010

Eis aí Valleys of Neptune, uma inédita de Jimi Hendrix  que batiza o álbum novo do guitarrista morto em 1970. O disco sai no dia 9 de março.