terça-feira, 6 de maio de 2008

Saca só bicho



“Sempre existe uma mulher. Difícil é encontrá-la. Aquela que a gente conhece e começa a gostar logo, com todos os defeitos e qualidades, formando um todo que atrai. E nem se fica sabendo porque gosta. Pode ser ruiva, loira, morena, branca, preta, amarela. Não tenho um tipo ideal, é impossível idealizar a imagem da companheira perfeita. Ela simplesmente acontece. Há coisas que ajudam a fazer uma seleção, claro. De minha parte, o que me impressiona imediatamente é a simpatia. Depois, entra o charme, a desenvoltura. Numa exame de conjunto, em seguida à convivência mais demorada, deve prevalecer a feminilidade. Mulher-mulher, entende? Essencialmente mulher. Talvez não seja tão difícil achar a outra metade da laranja. Às vezes me preocupo, pensando na possibilidade do encontro repentino. Preciso de carinho, quero dá-lo também. Mas, e essa vida agitada que levo? Não poderia entregar-me ao amor. O jeito é esperar. Se puder. No fundo, aguardo com ansiedade o momento desse encontro”.


Esse é o romântico Paulo Sérgio, o cantor que quando surgiu em 1968 foi aclamado por muitos, Chacrinha entre eles, como o sósia que veio para derrubar Roberto Carlos. Mas mesmo querendo ser tão parecido com o ídolo, Paulo Sérgio era ele mesmo.

Sua carreira de sucesso abriu mercado para toda uma geração nos anos 70 que ficou conhecida como "cafona". Músicos e compositores populares que começaram a ser reconhecidos recentemente na história da música brasileira. Odair José, Lindomar Castilho, Waldik Soriano, Agnaldo Timóteo, Fernando Mendes e outros.

Saca só o cara o vivo. A introdução é puro soul.




PS: O link deste post é papafina. Memorabilia cafona total. Tem de fotonovelas com o cantor à histórias da estrada e textos assinados por Décio Pitinini em revistas de fofoca.

2 comentários:

jeanmafra disse...

tu já leu o "eu não sou cachorro, não" do paulo sérgio araújo (mesmo autor da bio proibida de roberto carlos)?!? é de arrepiar!

tente baixar o disco de 1975 de fernando mendes (o da cadeira de rodas) e tome um susto!

eu sugiro...

Ulysses Dutra disse...

Salve Mafra

Li sim e gostei bastante &
Fernando Mendes é baita.

abraço