sábado, 2 de junho de 2007

O novo Kaiser de SC



Amigão da Esquerda Festiva me contou que seu pai tem um amigo muito bem relacionado no governo estadual, jornalista e tal. Esta semana o amigo liga para o pai e diz que ele não deve tentar passar pelas pontes pois haverão manifestações de estudantes e o governador ordenou à Polícia Militar que seja intransigente com essa gente baderneira. A ordem do Luiz Henrique foi sentar a mamona na rapaziada mesmo!

Isso me lembra a noite que antecedeu o dia da primeira eleição que LHS venceu para governador. Encontrei na rua um panfleto apócrifo que informava que o primeiro emprego de Luiz Henrique fôra no DOPS, como escrivão. Tava em casa. Se non é vero é ben trovatto.

Vale uma conferida no blog do César Valente, de onde peguei a foto. À esquerda o Wilfredo Gomes, marqueteiro de LHS, sem o seu indefectível bigodinho D'artagnan. E à extrema-direita o nosso querido, culto, lindo, bonito, joiado e honesto cidadão de bem, o novo Kaiser.

3 comentários:

Upiara Boschi disse...

Pra ser justo com o LHS dessa vez, a determinação de impedir o trancamento das pontes e rua da forma que fosse veio do MP.

E o folheto era do mais exagerados. O LHS foi escrivão concursado do DOPS no início da ditadura, antes do auge da repressão.

Abraço

Ulysses Dutra disse...

Olha Upiara, a justiça que esse cidadão merece é impeachment e banimento. Isso se não investigassem e encontrassem algo pra cadeia mesmo. E deve ter coisa.

Não desconheço a determinação do MP, mas como eu disse, a fonte é bem próxima do excelentíssimo e sustenta que ele mandou descer a lenha mesmo. Estranho que ele tenha cumprido com tanta eficiência. Que bom fosse assim com outras determinações do MP.

Quanto ao panfleto apócrifo, é exagerado sim mas simbólico demais pra passar em branco né. O negócio aqui é parcial mesmo.

Um abraço e obrigado pela visita e comentário

Anônimo disse...

Fiz uma relato da manifestação do dia 31.

http://subversivos.libertar.org/